Realização

X Simpósio Brasileiro de Agropecuária Sustentável – Simbras

VII Congresso Internacional de Agropecuária Sustentável

16 a 18 de setembro de 2020.

Edição especial: 10 anos de pesquisa e extensão em agropecuária sustentável.

Biblioteca Central

Campus UFV – Viçosa MG

 Informações: [email protected]

Realização: 

A Universidade Federal de Viçosa, vem acumulando, desde sua fundação, larga experiência e tradição em ensino, pesquisa e extensão, que formam a base de sua filosofia de trabalho e cada vez mais aumentando o número de eventos com discussão sobre inovações nacionais e internacionais da agricultura, oferecendo uma melhoria para os estudantes, funcionários e toda sociedade, podendo adquirir maior conhecimento, um currículo mais preparado e inovações para toda sociedade, sempre trazendo uma ciência com tecnologia e inovação. Por tradição, a área de Ciências Agrárias é a mais desenvolvida na UFV, sendo conhecida e respeitada no Brasil e no Exterior. Apesar dessa ênfase na agropecuária, a Instituição vem assumindo caráter eclético, expandindo-se noutras áreas do conhecimento, tais como Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e Tecnológicas e Ciências Humanas, Letras e Artes. Trata-se de uma postura coerente com o conceito da moderna universidade, tendo em vista que a interação das diversas áreas aperfeiçoa os resultados. A UFV tem contado com o trabalho de professores e pesquisadores estrangeiros de renome na comunidade científica, que colaboram com o seu corpo docente, ao mesmo tempo em que executa um programa de treinamento que mantém diversos profissionais se especializando no exterior e no País. Nesse particular, a UFV é uma das instituições brasileiras com índices mais elevados de pessoal docente com qualificação em nível de pós-graduação.

Na Universidade Federal de Viçosa, a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura é o órgão responsável por coordenar, estimular e compatibilizar as atividades de extensão e cultura desenvolvidas pelas diversas unidades da UFV. A PEC é organizada nas seguintes Divisões: Divisão de Extensão, Divisão de Assuntos Culturais, Divisão de Eventos. “A extensão universitária é atividade acadêmica que articula o ensino e a pesquisa e viabiliza a relação entre universidade e sociedade”.

O orgão promotor do evento foi criado em 1976, o Departamento de Zootecnia (DZO) da Universidade Federal de Viçosa integra o Centro de Ciências Agrárias. O curso de Zootecnia da UFV é um dos pioneiros no Brasil, tendo suas raízes no ensino das ciências agrárias, de onde surgiram as ferramentas para a criação do Curso e do Departamento. Desde 1927 a UFV, na época Escola Superior de Agricultura e Veterinária (ESAV), se dedica ao ensino das ciências agrárias formando assim uma base sólida para a criação do Curso de Zootecnia em 1972, juntamente com o primeiro curso de pós-graduação de Zootecnia em nível de Doutorado da América do Sul. A primeira turma de zootécnicos da então, já chamada UFV, colou grau em dezembro de 1976. Com a implantação do Doutorado, os professores, vendo a necessidade de especialização, foram na sua maioria para os EUA obter novos títulos de graduação. Era mantida uma parceria com a Pardue University, então não só os docentes da UFV foram para a universidade norte-americana, como os de lá, beneficiados pelo convênio, vieram capacitar e ajudar na instalação de laboratórios e procedimentos de pesquisas aqui no Brasil.  Era consenso geral entre os docentes do curso de Zootecnia, que o estabelecimento dos laboratórios e instalações de pesquisa eram prioridade, em detrimento da sede administrativa, por esse motivo, a sede foi construída só mais tarde. Desde suas raízes, a Zootecnia – UFV é de muita expressividade e prestígio não só dentro da universidade, como também fora dela, devido as várias parcerias, aos órgãos associados e onde os profissionais aqui formados exercem sua profissão.

O evento é multidisciplinar e interdisciplinar onde envolvem pesquisadores e professores de diversas regiões e instituições nacionais e internacionais, trazendo metodologias em inovações, troca de conhecimentos nacionais e internacionais além de apresentar novas tecnologias para produção sustentável. 

Apoio: 

Fundação Facev, com personalidade jurídica de direito privado sem fins lucrativos, instituída em 1998, completando 22 anos de existência, tem como principal objetivo estabelecer a gestão de projetos e de planos de trabalho, com vistas ao pleno desenvolvimento institucional da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Com integridade, a Fundação objetiva facilitar a execução dos projetos de pesquisa e, principalmente, dos projetos na área de cultura e de extensão. 

Presidente

Rogério de Paula Lana – Universidade Federal de Viçosa.

Comissão Organizadora e Científica:

Adailton Camêlo Costa – Universidade Federal de Viçosa.

Daniel Carneiro de Abreu – Universidade Federal do Mato Grosso.

Cláudia Lúcia de Oliveira Pinto – Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais.

Cleide Maria Ferreira Pinto – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

Cristina Mattos Veloso – Universidade Federal de Viçosa.

Diogo Vivacqua de Lima – Facuidade Multivix.

Evaldo Paulo Firmino – Universidade Federal de Viçosa.

Flávio Medeiros Vietes – Universidade Federal de Juiz de Fora. 

Geicimara Guimarães – Fundação Facev.

Gustavo Leonardo Simão – Universidade Federal de Viçosa.

Henrique Nunes Parente – Universidade Federal do Maranhão.

Jaime Fabián Cruz Uribe – Universidad Antonio Nariño, Colômbia.

Jordana Souza Morais – Universidade Federal de Viçosa.

Renata de Souza Reis – Universidade Federal de São João del-Rei.

Rosane Claudia Rodrigues – Universidade Federal do Maranhão.

Tatiana Cristina da Rocha – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.